O Lado Negro de Bom Nome

5.00 

Despedir é do mais fácil que se pode fazer em Portugal. Basta informar verbalmente. Mesmo com contrato de trabalho, a certeza é de que é possível «deitar fora pessoas» com toda a impunidade. Se recorrer à Justiça, pode só chegar a tribunal dois anos depois. Verá a empresa mudar de morada e de nome várias vezes, alterar a composição societária, alienar equipamento, dissipar património, numa sucessão alargada de ilicitudes e fraudes. Os Casos 1, 2 e 3 descritos nesta obra são exemplos simples da inoperância do sistema regulador e judicial. Ter bom-nome em Portugal é fruto do investimento na aparência, subvertendo nos actos todas as normas e regras instituídas, morais e legais.

Em stock

Autor(es) Jorge Dias
Lançamento Nov/2019
ISBN 978-989-8514-16-5 Categoria Coleção

Despedir é do mais fácil que se pode fazer em Portugal. Basta informar verbalmente. Mesmo com contrato de trabalho, a certeza é de que é possível «deitar fora pessoas» com toda a impunidade. Se recorrer à Justiça, pode só chegar a tribunal dois anos depois. Verá a empresa mudar de morada e de nome várias vezes, alterar a composição societária, alienar equipamento, dissipar património, numa sucessão alargada de ilicitudes e fraudes. Os Casos 1, 2 e 3 descritos nesta obra são exemplos simples da inoperância do sistema regulador e judicial. Ter bom-nome em Portugal é fruto do investimento na aparência, subvertendo nos atos todas as normas e regras instituídas, morais e legais.

Peso 300 g
Dimensões (C x L x A) 15 × 1.5 × 24 cm
Editora

Edições Esgotadas

Ainda não temos opiniões acerca deste produto.

Apenas clientes autenticados e que tenham comprado este produto podem deixar uma avaliação ao produto.