Neste Mundo e Nos Outros Onde Vivo

17.50 

Falar sobre estes mundos é escalpelizar os sentimentos e as emoções, é entrar no mais profundo do ser e do complexo e não saber se o mar se encontra na fronteira com o céu. Viajamos, com Paulo Themudo, pela alma insatisfeita de um Ser reflexivo, inquieto e questionante da circunstância de ser chão, vida e amor. Neste Mundo e Nos Outros Onde Vivo fala-nos sobre a existência do Ser e as suas infindáveis ambiguidades e antinomias e, talvez por isso, o eterno regresso a um mar que foi germinação e aconchego, onde sombras soçobram em memórias tão longínquas quanto presentes, tão perenes quanto vazias. A profusão dos sentimentos em metáforas pintadas com as cores do ser cristalino e puro, com a cor de um mar e de um céu impolutos e, contudo, um ser imperfeito. Este é um livro de catarses, de amor e de desamor, de imperfeições; um livro onde as palavras adquirem odores e sabores e onde elas, donas de significados, não encontram significação bastante para se expressarem em plenitude, deixando o leitor sequioso por se espraiar nas entrelinhas e aí beber a magia da arte e reflexão. Este é um livro de arte – a arte da palavra, a complexidade da significação, a arte da imagética – onde o ser sensível e poético empresta a sua alma para dar vida a vários mundos e onde o meu se inclui “…as palavras fazem amor perdidas dentro dos meus olhos, recolhidas ao pensamento da viagem…”.

Em stock

Autor(es) Paulo Themudo
ISBN 978-989-8514-85-1 Categoria Coleção

Falar sobre estes mundos é escalpelizar os sentimentos e as emoções, é entrar no mais profundo do ser e do complexo e não saber se o mar se encontra na fronteira com o céu. Viajamos, com Paulo Themudo, pela alma insatisfeita de um Ser reflexivo, inquieto e questionante da circunstância de ser chão, vida e amor. Neste Mundo e Nos Outros Onde Vivo fala-nos sobre a existência do Ser e as suas infindáveis ambiguidades e antinomias e, talvez por isso, o eterno regresso a um mar que foi germinação e aconchego, onde sombras soçobram em memórias tão longínquas quanto presentes, tão perenes quanto vazias.

A profusão dos sentimentos em metáforas pintadas com as cores do ser cristalino e puro, com a cor de um mar e de um céu impolutos e, contudo, um ser imperfeito. Este é um livro de catarses, de amor e de desamor, de imperfeições; um livro onde as palavras adquirem odores e sabores e onde elas, donas de significados, não encontram significação bastante para se expressarem em plenitude, deixando o leitor sequioso por se espraiar nas entrelinhas e aí beber a magia da arte e reflexão.

Este é um livro de arte – a arte da palavra, a complexidade da significação, a arte da imagética – onde o ser sensível e poético empresta a sua alma para dar vida a vários mundos e onde o meu se inclui  “…as palavras fazem amor perdidas dentro dos meus olhos, recolhidas ao pensamento da viagem…”.

Tereza Brinco De Oliveira

Peso 420 g
Dimensões (C x L x A) 15 × 1.5 × 23 cm
Editora

Edições Esgotadas

Ainda não temos opiniões acerca deste produto.

Apenas clientes autenticados e que tenham comprado este produto podem deixar uma avaliação ao produto.