Produto adicionado com sucesso ao carrinho.

Lucílio Manjate


Lucílio Manjate nasceu em Maputo, Moçambique, em 1981. Publicou, para além de recensões críticas em jornais e revistas, os seguintes livros de ficção narrativa: Manifesto (2006) – Prémio Revelação Telecomunicações de Moçambique; Os Silêncios do Narrador (2010) – Prémio 10 de novembro (do Município de Maputo); O Contador de Palavras (2012); A Legítima Dor da Dona Sebastião (2013); O Jovem Caçador e a Velha Dentuça (2016). É co-autor dos livros: Literatura Moçambicana – Da Ameaça do Esquecimento à Urgência do Resgate (2015, ensaios); Antologia Inédita – Outras vozes de Moçambique (2015, antologia poética). Co-organizou ainda as antologias de contos: Era Uma Vez… (2008); Esperança e Certeza 2 (2009). É docente de Literatura na Universidade Eduardo Mondlane e membro efetivo da Associação dos Escritores Moçambicanos e da Sociedade Moçambicana de Autores.


Títulos publicados com a Editora Edições Esgotadas

Rabhia

Prémio Literário Eduardo Costley White “(...) O corpo foi descoberto na Rua da Candonga pelos madrugadores do bairro, os saqueadores de futuros, gente que se empoleira nas carruagens dos comboios e, contra os balázios de milicianos vigilantes, de pé, sobre a mercadoria, aposta em morrer só depois de descer às mulheres, (...)

Ver mais

12.50 €



Ver produto



Adicionar ao Carrinho