Produto adicionado com sucesso ao carrinho.

António Gil


António Gil nasceu em Angola em 1963, tendo vindo para Portugal pouco após a eclosão da Guerra Civil naquele País. Cursou arquitetura na antiga ESBAP e na FAUTL. Em 1999, venceu o Prémio de Revelação de Poesia da Associação Portuguesa de Escritores com o livro “A céu aberto” que viria a ser publicado em 2002 (Difel). Em 2001, venceu o Prémio Animarte, atribuído pelo GICAV na área da Produção Artística.

Em 2002, escreveu Pisa-Relva, obra encenada pelo Teatro de Ferro, grupo sediado em Vila Nova de Gaia. Publicou, também, “Canto desabitado” (edição Ave Azul, 2005), “O Jardim das Oito Pedras” (conto erótico de inspiração oriental – Areias do Tempo, 2008), “Indústrias do Absoluto” (Areias do Tempo, 2011) e “Obra ao Rubro” (Lua de Marfim, 2012). Uma parte da sua produção literária encontra-se esparsa por revistas e jornais de carácter literário (ZUT, Ave Azul, Plágio e as Antologias “O Regresso à condição”, em 2001 e “Rio de Doze Águas”, em 2012).


Títulos publicados com a Editora Edições Esgotadas

Oásis

“...neste lugar constrito e libertador, junto à clepsidra dos elementos e do frio noctívago, a poesia de António Gil entrega-se ao tempo como objeto maturado. Apelando a uma disponibilidade indisputável, da pele à pele interpela o leitor este Oásis, envolvendo-o, levando-nos, através de diversa mas constante (...)

Ver mais

12.50 €



Ver produto



Adicionar ao Carrinho